Matéria/Colaboração: FrancaNotíticias

A justiça de Franca proibiu na tarde de quarta-feira (10), que as igrejas na cidade continuem abertas.

O juiz Aurélio Miguel Pena afirmou que o decreto do prefeito Gilson de Souza esta contrário ao decreto do Estado e por isso as missas voltam a ser proibidas.

As igrejas na cidade voltaram a funcionar com as determinações impostas pelo decreto municipal e o limite de pessoas no interior dos templos foi bastante reduzida.

Com a decisão, as igrejas voltam a ser fechadas.