Matéria do G1 Ribeirão 

As 52 vagas para pacientes graves pela rede pública estavam ocupadas na noite de terça-feira (16), segundo a Secretaria da Saúde. Cidade confirmou mais quatro mortes e 76 casos da doença.

Hospitais das redes pública de Franca (SP) atingiram 100% de ocupação de leitos de unidade de terapia intensiva (UTI) para Covid-19 na terça-feira (16), segundo boletim epidemiológico da Prefeitura.

As 52 vagas oferecidas pelo SUS estavam comprometidas com pacientes com sintomas graves da doença.

Com uma ocupação de 95%, a rede particular somente dispõe de mais quatro leitos entre 34 abertos.

Nas enfermarias, a ocupação caiu subiu de 71,4% para 73,2%, com comprometimento de 41 dos 56 leitos clínicos.

 

Evolução da pandemia

 

No boletim de terça-feira, Franca confirmou mais quatro mortes e 76 casos do novo coronavírus. As vítimas mais recentes são três homens de 60, 63 e 89 anos, e uma mulher de 67 anos.

Com isso, a cidade chega a 20.741 casos e 391 óbitos registrados desde o início da pandemia, com uma taxa de letalidade de 1,89% e uma incidência de 21 casos por 100 mil habitantes, segundo a Secretaria Municipal de Saúde.

Segundo a Secretaria da Saúde, Franca registra em uma semana uma média móvel de 2,7 mortes diárias e de 84,7 casos.

Tossefebrefalta de ar dor de garganta são os sintomas mais comuns do novo coronavírus entre os pacientes. Diabetes hipertensão são as comorbidades mais associadas à doença.

Do total de pessoas que contraíram a Covid-19, 18.698 se recuperaram, 90% em relação a todos os casos confirmados. Os casos negativos somam 30.430 os suspeitos, 3.154.

Foto da Capa: Jefferson Severiano Neves/EPTV