Matéria/Colaboração: Revide

Segundo boletim epidemiológico divulgado nesta quarta-feira, 8, Ribeirão Preto ultrapassou as 200 mortes por Covid-19. A cidade também bateu o record de casos confirmados em um único dia.

Ao todo, o município registra 208 mortes e 6.807 casos confirmados da doença. Foram 12 novas mortes e 519 casos em um único boletim. As 12 mortes notificadas no boletim desta quarta-feira correram entre os dias 4 e 7 de julho.

4 de julho: dois homens. O primeiro, com 67 anos, possuía diabetes. O segundo, tinha 81 anos e apresentava doença cardiovascular, doença neurológica e hipertensão.

5 de julho: um homem de 75 anos cm doença cardiovascular e diabetes.

6 de julho: dois homens e uma mulher. A mulher possuía 92 anos e doença neurológica crônica e hipertensão. Um dos homens tinha 65 anos e hipotireoidismo e o segundo, 86 anos e doença cardiovascular crônica e neurológica.

7 de julho: cinco homens e uma mulher. A primeira vítima masculina tinha 45 anos e obesidade. O segundo, 50 anos e doença cardiovascular crônica e diabtes. O terceiro, 55, e hipertensão arterial. O quarto, 61, doença cardiovascular crônica, diabetes e hipertensão. O quinto, 85, doença cardiovascular. A mulher, tinha 66 anos, doença cardiovascular crônica, diabetes e hipertensão.

Fiscalização

Para fazer valer as novas regras do distanciamento social, a Prefeitura montou oito equipes multidisciplinares que deverão atuar nas ruas e estabelecimentos de Ribeirão Preto.

As equipes são compostas por Guardas Civis Metropolitanos (GCM), agentes da Vigilância Sanitária policiais militares. Segundo o prefeito, além dos estabelecimentos que descumprirem o decreto, festas clandestinas e afins, também serão vistoriadas praças e locais que apresentam aglomerações. 

Em específico, o prefeito Duarte Nogueira (PSDB) citou locais que tem apresentado aglomerações como os que receberão uma maior atenção das equipes. Entre os locais estão: a Praça Mateus Nader Nemer , conhecida como Praça da Bicicleta; as ruas do bairro Jardim Olhos D’Água e Cristo Redentor; as áreas verdes da Avenida José Antônio Ferrarezi, no Parque dos Servidores; o campo de futebol do Jardim Interlagos, bem como outros campos de futebol e quadras na cidade.

“Aqueles que estiverem em desacordo com as determinações que estão sendo impostas pelo decreto, serão autuados na forma das regras claramente colocadas”, declarou o prefeito