Matéria da CNN Brasil

Reclassificação do Plano São Paulo é ainda mais restritiva do que a fase vermelha e deve continuar em todo o estado

O governo do estado de São Paulo prorrogou as restrições da fase emergencial, do Plano SP, por 15 dias. A medida ficará vigente por 11 dias. A CNN antecipou a informação na manhã desta sexta-feira (26) com fontes do centro de contingência do coronavírus e do governo do estado. 

Nesta fase, qualquer aglomeração é proibida – cultos religiosos e competições esportivas também estão proibidos. A fase emergencial entrou em vigor na segunda-feira (15) e terminaria na próxima terça-feira (30), porém o governo decidiu prorrogá-la por mais 15 dias.

O anúncio oficial deve ser feito em coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo estadual, nesta sexta-feira (26). 

Ao anunciar a fase emergencial, o governo do estado também antecipou os recessos de julho e outubro nas escolas públicas estaduais. A medida foi adotada para evitar a transmissão comunitária entre jovens e crianças.

Além dessas medidas, o governo Doria também adotou um toque de recolher em todo o estado entre as 20h e 5h.